• Bitchin' Bajas & Bonnie 'Prince' Billy

    Bitchin' Bajas & Bonnie 'Prince' Billy

  • Dan Deacon

    Dan Deacon

  • PAUS

    PAUS

  • Capitão Fausto

    Capitão Fausto

  • Black Mountain

    Black Mountain

  • SUUNS

    SUUNS

  • Julianna Barwick

    Julianna Barwick

  • Filho da Mãe

    Filho da Mãe

  • Clinic

    Clinic

  • Lost tapes

    Lost tapes

  • HHY & The Macumbas

    HHY & The Macumbas

  • ZA! + Escola de Música de Rabo de Peixe

    ZA! + Escola de Música de Rabo de Peixe

  • Equations

    Equations

  • Killimanjaro

    Killimanjaro

  • Spank Lord

    Spank Lord

  • Rafael Carvalho

    Rafael Carvalho

  • Rapeciaz Trio

    Rapeciaz Trio

  • Sara Fontán

    Sara Fontán

  • Zeca Medeiros

    Zeca Medeiros

  • Dj Rush RAP

    Dj Rush RAP

  • Swift Triiga

    Swift Triiga

  • DML

    DML

  • Fred Cabral

    Fred Cabral

  • Sara Cruz

    Sara Cruz

  • Happy Meals

    Happy Meals

  • PZY SS

    PZY SS

  • O Gringo Sou Eu

    O Gringo Sou Eu

  • Alek & Les Japonaises

    Alek & Les Japonaises

  • Luís Senra & Yves Decoster

    Luís Senra & Yves Decoster

  • Nuno Cabral

    Nuno Cabral

  • Sturle Dagsland

    Sturle Dagsland

  • King John

    King John

  •  Kobaian

     Kobaian

  • El Salvador

    El Salvador

  • Ricardo Martins

    Ricardo Martins

  • Landforms

    Landforms

  • Filho da Mãe + Ricardo Martins

    Filho da Mãe + Ricardo Martins

  • Tio

    Tio

  • ZA!

    ZA!

  • DJ Quesadilla

    DJ Quesadilla

  • SONJA

    SONJA

  • Doni

    Doni

  • Medeiros / Lucas

    Medeiros / Lucas

  • Modernos

    Modernos

  • Luis Fernandes e Joana Gama

    Luis Fernandes e Joana Gama

  • ZA + Escola de Música de Rabo de Peixe

    ZA + Escola de Música de Rabo de Peixe

    Os ZA! são um duo, e são tudo o que pode caber em todas as formações musicais, do jazz, à electrónica, ao rock e com paragens em todos os pontos emissores de frequências, numa mistura a que chamam “post-worldmusic” e onde cabe tudo o que po...

    Joana Gama + Luis Fernandes - Arquipélago Centro de Artes Contemporâneas

    Joana Gama + Luis Fernandes - Arquipélago Centro de Artes Contemporâneas

    Joana Gama e Luís Fernandes são dois músicos com um percurso bem sucedido nas áreas da música erudita e da música electrónica, respectivamente. O fascínio pelo cruzamento de universos levou-os a um projecto autoral em que o piano é o ele...

    Happy Meals - Quinta do Bom Despacho

    Happy Meals - Quinta do Bom Despacho

    Ao TREMOR, os escoceses Happy Meals trarão o disco de estreia “Apéro”, selado com a garantia de qualidade da Night School Records, um registo de fazer crescer água na boca — mais uns litros para acrescentar às contas insulares. Trazem também a par...

    Sonja - WALK & TALK

    Sonja - WALK & TALK

    Sonja (Sónia Camara), nos últimos 5 anos, tem gerido e adicionado solidez como activista e Dj na cidade que adoptou como sua: - Lisboa. Artista plural, além da sua editora, LABAREDA, pertence, juntamente com Just Jaeckin, Citizen Kane e CVLT(Discos Capablanca), à FUNGO, u...

    António Júlio Duarte - Pico do Refúgio / MIOLO

    António Júlio Duarte - Pico do Refúgio / MIOLO

    Diário visual filmado de uma estadia em S. Miguel, Açores com o Festival Tremor como pano de fundo. António Júlio Duarte (1965) é fotógrafo. Nasceu e vive em Lisboa. Estudou fotografia no Ar.CO, em Lisboa de 1985 a 1989, e no Royal College of Art, Londres...

    Fernando Almeida - ARRISCA / Oficina de Artes da Es. Sec. Antero de Quental

    Fernando Almeida - ARRISCA / Oficina de Artes da Es. Sec. Antero de Quental

    Muitos anos mais tarde essas pequenas ilhas, restos do grande continente, foram povoadas e são hoje as 9 ilhas dos Açores que, pelo seu clima bonançoso e bom, pela beleza da sua paisagem, lembram a próspera Atlântida. Partindo da imagética maritima em torno d...

    15 mar.
    18:30
    Lugar surpresa
    TREMOR NA ESTUFA
    TREMOR NA ESTUFA @ Lugar surpresa

    O público é convidado a embarcar ao fim da tarde numa viagem surpresa e a descobrir simultaneamente a nova música e lugares de São Miguel. Saída de autocarro: Posto de Turismo -Avenida Marginal. O autocarro sai à hora em ponto e tem a lotação máxima de 52 lugares. Acesso exclusivo a público com a pulseira Tremor.

    15 mar.
    22:00
    CINECLUBE - Solmar Avenida Center
    ECRÃ Tremor
    ECRÃ Tremor @ CINECLUBE - Solmar Avenida Center

    I LOVE KUDURO, Mário Patrocínio 
    What Difference Does it Make? A Film About Making Music, Red Bull Music Academy

    16 mar.
    18:30
    Lugar surpresa
    TREMOR NA ESTUFA
    TREMOR NA ESTUFA @  Lugar surpresa

    O público é convidado a embarcar ao fim da tarde numa viagem surpresa e a descobrir simultaneamente a nova música e lugares de São Miguel. Saída de autocarro: Posto de Turismo -Avenida Marginal. O autocarro sai à hora em ponto e tem a lotação máxima de 52 lugares. Acesso exclusivo a público com a pulseira Tremor.

    16 mar.
    22:00
    Arquipélago - Centro De Artes Contemporâneas
    Joana Gama & Luis Fernandes
    Joana Gama & Luis Fernandes @ Arquipélago - Centro De Artes Contemporâneas

    Joana Gama e Luís Fernandes são dois músicos com um percurso bem sucedido nas áreas da música erudita e da música electrónica, respectivamente. O fascínio pelo cruzamento de universos levou-os a um projecto autoral em que o piano é o elemento central para manipulações e subversões da electrónica. QUEST, cujo CD foi editado em Junho de 2014 pela Shhpuma, resulta num objecto sonoro algures entre a exploração e oencanto. O encontro de GAMA & FERNANDES no Tremor é possível graças uma parceria de colaboração e co-produção do Arquipélago- Centro de Artes Contemporâneas, Ribeira Grande.
     

    17 mar.
    18:00
    MIOLO - Livraria, Galeria, Editora
    António Júlio Duarte
    António Júlio Duarte @ MIOLO - Livraria, Galeria, Editora

    ZEELAND- Expo/ Exhibition

    17 mar.
    19:00
    Lugar surpresa
    TREMOR NA ESTUFA
    TREMOR NA ESTUFA @ Lugar surpresa

    O público é convidado a embarcar ao fim da tarde numa viagem surpresa e a descobrir simultaneamente a nova música e lugares de São Miguel. Saída de autocarro: Posto de Turismo -Avenida Marginal. O autocarro sai à hora em ponto e tem a lotação máxima de 52 lugares. Acesso exclusivo a público com a pulseira Tremor.

    17 mar.
    22:00
    Igreja do Colégio
    Zeca Medeiros
    Zeca Medeiros @ Igreja do Colégio

    Zeca Medeiros é um músico, compositor, actor e realizador nascido na Ilha de São Miguel. Séries como "Mau Tempo no Canal", "Xailes Negros" ou "Gente Feliz com Lágrimas” que realizou, representou e criou a banda sonora estão inscritas na memória coletiva e são uma contribuição maior para criação de um imaginário açoreano. Começou a sua vida pela música, tocando a bordo do paquete "Funchal", e em anos recentes foi distinguido com o Prémio José Afonso, e lançou o seu último álbum, “Aprendiz de Feiticeiro”, acompanhado de um documentário retrospectivo da sua obra. Teatral, misterioso, maior do que a vida, Zeca Medeiros guarda uma das mais magníficas vozes da música portuguesa. Há quem lhe chame o "Tom Waits dos Açores", mas a jogar em casa no Tremor, ele é prova de vida e resistência, uma das maiores contribuições para o cancioneiro açoriano e uma voz determinante na nossa época.

    18 mar.
    19:00
    Lugar surpresa
    TREMOR NA ESTUFA
    TREMOR NA ESTUFA @ Lugar surpresa

    O público é convidado a embarcar ao fim da tarde numa viagem surpresa e a descobrir simultaneamente a nova música e lugares de São Miguel. Saída de autocarro: Posto de Turismo -Avenida Marginal. O autocarro sai à hora em ponto e tem a lotação máxima de 52 lugares. Acesso exclusivo a público com a pulseira Tremor.

    18 mar.
    22:00
    Arco 8
    Sara Cruz
    Sara Cruz @ Arco 8

    Sara Cruz tem 20 anos. Baterista, guitarrista e cantora e compositora, tocou um pouco por todos os Açores desde 2013. As suas canções reflectem a sua experiência com amores e desamores, repletas de leveza e humor. A folk é o chão para a sua voz de veludo que suavemente se impregna nas nossas cabeças com ternura e e a sua imprenante juventude.

    18 mar.
    22:45
    Arco 8
    Equations
    Equations @ Arco 8

    A métrica kraut tem-se estendido no nosso quotidiano, nos últimos tempos, mas há quem o faça as contas acima da média — traçadas as funções e demais cálculos, os Equations encontram-se nessa camada superior, em que o psicadelismo se respira tanto nos efeitos e modulações, quanto se sente nas harmonias, melodias e cadências que escrevem. “Hightower”, o último disco, não deixou margem para dúvidas: o quinteto processa todas estas influências na sua complexa calculadora com inolvidável qualidade. Para o TREMOR, os portuenses levam algumas músicas ainda inéditas na algibeira para intensificar ainda mais os abalos geográficos em São Miguel.

    18 mar.
    23:45
    Arco 8
    Happy Meals
    Happy Meals @ Arco 8

    O nome pode estabelecer uma associação imediata com a comida, mas é nos sintetizadores que a dupla Happy Meals encontra o seu meio-termo com o nome que escolheram. É uma conjugação de duas palavras que nos remete para o imaginário de teclados e de modulações sintéticas como forma de chegar à expressão pop, doce, delicada e um reflexo puro do momento que se vive. Ao TREMOR, os escoceses trarão o disco de estreia “ Apéro” , selado com a garantia de qualidade da Night School Records, um registo de fazer crescer água na boca —mais uns litros para acrescentar às contas insulares.
     

    19 mar.
    01:00
    Arco 8
    PZY SS
    PZY SS  @ Arco 8

    Os fundadores do Liverpool Psych Fest num dj7 na galeria do Arco 8

    19 mar.
    10:00
    Biblioteca ESAQ
    Mini Tremor: O Gringo Sou Eu
    Mini Tremor: O Gringo Sou Eu @ Biblioteca ESAQ

    Devolver o rap às ruas. No seu exercício de retalho de samples, O Gringo Sou EU canaliza a energia do hip hop em latitudes inusitadas no género, elevando a arte suja de fazer o beat a vida de saltimbanco. O rapper sediado no Porto, em concerto, cresce e envolve em energia a audiência, desafiando o próprio negrume da batida que o acompanha. Coma k7 “ MBQ: Música de Baixa Qualidade”  na algibeira, O Gringo Sou EU vai meter alguns dedos na ferida.

    19 mar.
    11:00
    Biblioteca ESAQ
    Mini Tremor: Alek & Les Japonaises
    Mini Tremor: Alek & Les Japonaises @ Biblioteca ESAQ

    Alek et Les Japonaises são um duo electro ovni –japa- belga –pop- batata frita. Desde 2008 ,estes dois electropicalistas conduzem viagens musicais hilariantes e divertidas em japonês, francês, português, e às vezes até em holandês. As melodias pop são um mix de batidas electro, com guitarrabrasileira e umas especiarias de Bollywood. Os figurinos fazem deles umas figurinhas de fazer sonhar os melhores patinadores de gelo do planeta. Com 3 discos em cartilha, Alek et Les Japonaises é aposta certa para toda a família. Preparem-se porque este dupla é festa, cor, palminhas, sing-alongs e coreografias, ou  não estivessem eles habituados a rodar tanto palcos alternativos como salões de cabeleireiro e as maiores salas desportivas.

    19 mar.
    15:00
    Biblioteca ESAQ
    Mini Tremor: Luis Senra & Yves Decoster
    Mini Tremor: Luis Senra & Yves Decoster @ Biblioteca ESAQ

    Juntem o homem- saxofone ao homem-coração e dêem-lhes um baterista em transe a acompanhar.  Regresso em nome próprio do rapaz que alucinou em 2015, no concerto de ZA!, e levou o nome e sonho ao mundo para  continuar com o microfone do coração, par a par com a estreia do homem que criou a mais numerosa colecção visual dos Açores. É de mistura que falamos, de pintura e música como formas para interagir e criar uma performance. Enquanto Luís Senra e João Tavares, baterista, criam uma ‘’ tela sonora" através de uma linguagem musical livre, nua e crua, Yves Decoster pinta uma tela branca sobre uma parede.

    19 mar.
    15:30
    3/4 Hostel
    Nuno Cabral
    Nuno Cabral @ 3/4 Hostel

    Nuno Cabral agarrou uma guitarra ainda na adolescência.  Aprendeu a dominar as cordas e a voz como autodidacta, o que o levou a fazer parte da formação de várias bandas de covers como os Gnosis e os Undercover, e a colaborar com quase tudo o que é músico na Ilha de São Miguel. Em 2014 regressou aos concertos acústicos a solo e iniciou-se na composição dos seus próprios temas cuja estreia ocorreu no festival “ Jardim Sagres Fest”  em 2015. Para o Tremor,  ele reserva uma mão cheia de originais em estreia absoluta, e a força de vontade de se assumir cantor- compositor de originais.

    19 mar.
    15:45
    Rua Da Água 50
    Rapeciaz Trio
    Rapeciaz Trio @ Rua Da Água 50

    The New Planet é um lugar onde os Rapeciâz se encontram como trio. Através da música experimental improvisada exploram o silêncio, a vibração, o noise, o abstracto, a micro melodia, o ritmo. Contrabaixo, piano e sintetizadores, flautas etruscas, tambor-cello, utensílios de cozinha, garrafões e muitos outros objetos do quotidiano são as estrelas desta galáxia, composta em tempo real. Rapeciâz é comunicação. Não existe hierarquia musical, todos os músicos são solistas. Rapeciâz é improvisação livre que, tenta ir além dos limites, aniquilando egos. Rapeciâz é também o encontro de dois italianos com a Ilha de São Miguel e a criação de uma paisagem exploratória.

    19 mar.
    16:00
    Galeria Fonseca Macedo
    Sturle Dagsland
    Sturle Dagsland @ Galeria Fonseca Macedo

    Sturle Dagsland não soa a nada que tivéssemos ouvido antes. Vem da Noruega com porte élvico, loucura em estado puro, plateias divididas entre o encanto e o inominável e concertos que mais parecem um apocalipse brutal selvagem.A música é progressiva e dominada por uma voz sem restrições que varia de devoradores gritos ferozes para cânticos angelicais virtuosos, e uma entrega à performance visceral e aventureira. Apresentou-se um pouco por toda a Europa, Rússia, Gronelândia e América do Norte. A sua músicatem-lhe levado às montanhas da Noruega, áreas industriais abandonadas naRússia, navios lendários da Marinha soviética no Leste-Europeu, campos de concentração na Alemanha , um farol no Mar do Norte, e a cantar com lobos em excursões lideradas por cães nos confins da Gronelândia.

    19 mar.
    16:15
    Biblioteca ESAQ
    Mini Tremor: King John
    Mini Tremor: King John @ Biblioteca ESAQ

    King John surge como um solo que percorre o braço da guitarra até ao coração de quem o ouve. Alter ego de António Alves, cantor, escritor e multi-instrumentalista que interpreta e dá alma aos temas de Blues e Rock’n’Roll. O sentimento e honestidade impostos nas letras demonstram que o caminho de King John é traçado através da descoberta com os valores do passado, não como um Rei mas como uma Voz do povo. 

    19 mar.
    16:30
    Auditório Luís de Camões
    Kobaïan
    Kobaïan @ Auditório Luís de Camões

    Em Kobaïan, a banda Equations é dirigida em palco pelo produtor Pedro Augusto (Ghuna X, Live Low). Este assume a figura de Maestro, num espectáculo que revela o dispositivo orquestral e denuncia alguns sistemas composicionais, como por exemplo: sound painting, extended techniques ou contraponto; marcas estilísticas do freejazz e da música clássica.

    Kobaïan faz referência à linguagem ficcional criada no seio da banda francesa Magma.

    19 mar.
    16:45
    Igreja do Colégio
    Rafael Carvalho
    Rafael Carvalho @ Igreja do Colégio

    Apresentar Rafael Carvalho é apresentar ao mundo todo a singularidade da viola da terra. A viola dos dois corações, a viola irmã da braguesa, a viola dos Açores por excelência. Homem acontecimento, ele é um dos nossos mais talentosos músicos. Professor, director musical, produtor cultural, compositor e escritor, ele é o principal porta estandarte vivo do instrumento. Apresentou-se nas 9 ilhas dos Açores, nacional e internacionalmente nas mais variadas formações. “Origens” é o seu primeiro e memorável cartão de visita, a que se seguiu o mais recente “Paralelo 38”. As suas apresentações musicais têm sempre a característica comum do diálogo com o público com uma explicação geral sobre a Viola da Terra, seu contexto e simbologia, através da demonstração de temas do seu repertório instrumental tradicional, mas, também com momentos de inovação, apresentando originais e adaptações suas de peças para Viola da Terra que pretendem demonstrar as potencialidades do instrumento e cativar públicos cada vez mais novos.
     

    19 mar.
    17:00
    Louvre Michaelense
    Sara Fontán
    Sara Fontán @ Louvre Michaelense

    Barcelona sempre recolheu consenso no que diz respeito à importância cultural que tem anos contextos espanhol e europeu, não será, por isso, surpreende que Sara Fontán exale o espírito crítico catalão aliado à vontade de criar que lhe corre nas veias: violinista, performer, professora de música e activista, a artista catalã leva a sua principal linguagem, o improv, até ao coração do Atlântico, tendo as cordas do violino como ponto de partida para o embevecimento.

    19 mar.
    17:15
    Lisboa Menina e Moça
    El Salvador
    El Salvador  @ Lisboa Menina e Moça

    Salvador desdobra-se em bandas, e estica-se como as peles em que bate — ele é Capitão Fausto, é Modernos, é Bispo e, primeiramente, é El Salvador, um herói lisboeta que a solo encanta, mais do que canta, com melodias pop delicadas e doces, contrariando todas as regras rock que relegam os bateristas para os lados menos glamourosos do palco. El Salvador rompe com uma tradição que assombra muitos músicos desde os tempos dos Beatles com uma classe insofismável, algo a que já estamos habituados por parte dos satélites Capitão Fausto.
     

    19 mar.
    17:30
    A Tasca
    Ricardo Martins
    Ricardo Martins @ A Tasca

    Adorno, Asneira, Lobster, Filho da Mãe, Jibóia, Papaya, Cangarra. Mais do que um name dropping de bandas e artistas de qualidade inquestionável, trata-se de um currículo que atesta a indelével qualidade de Ricardo Martins. O baterista lisboeta, um dos 
    catalizadores essenciais de muitos dos supra-mencionados, lança-se finalmente numa aventura a solo, acrescentando explorações melódicas através de samples e sintetizadores à sua expressão enérgica nas peles. É uma surpresa que o TREMOR faz questão de não guardar.

    19 mar.
    17:45
    Londrina
    O Gringo Sou Eu
    O Gringo Sou Eu  @ Londrina

    Devolver o rap às ruas. No seu exercício de retalho de samples, O Gringo Sou EU canaliza a energia do hip hop em latitudes inusitadas no género, elevando a arte suja de fazer o beat a vida de saltimbanco. O rapper sediado no Porto, em concerto, cresce e envolve em energia a audiência, desafiando o próprio negrume da batida que o acompanha. Coma k7 “ MBQ: Música de Baixa Qualidade”  na algibeira, O Gringo Sou EU vai meter alguns dedos na ferida. 

    19 mar.
    18:15
    Cantinho dos Anjos
    Spank Lord
    Spank Lord @ Cantinho dos Anjos

    Os Spank Lord são um portento açoreano de stoner rock. Está ali a guitarra que mais parte loiça neste Arquipélago e arredores. Está ali Black Sabbath, Monster Magnet e a troupe que reúne a nata da cena hard n’ heavy de São Miguel. Fora de brincadeiras. Está ali  a mestria de BOMBS AWAY!, o disco pintado a vermelho e escrito com um power de meter a casa abaixo. Muitos concertos depois, dois videoclipes em cartilha, o TREMOR é mais do que evidentemente o palco deles. Para quem sabe do que estamos a falar, quando falamos em power, então preparem-se porque vêm supresas por aí, diz que há canções novas.

    19 mar.
    18:30
    Casa da Rosa
    Killimanjaro
    Killimanjaro @ Casa da Rosa

    Os Killimanjaro merecem toda a nossa atenção, o trio encarna o melhor espírito DIY e, movido pela combustão da iniciativa, criou um espaço só seu na música de riffs, expressando-se num clássico heavy metal com o groove e os tons baixos do stoner. Com “Hook”, o mais recente disco, os rockers de Barcelos passaram pelos palcos mais emblemáticos do país sem evitar deixar muitos queixos pelo chão. NoTremor, será mais um grau para acrescentar à escala de Richter-Mercalli fará as contas dos estragos.

    19 mar.
    18:45
    Solar da Graça
    Julianna Barwick
    Julianna Barwick @ Solar da Graça

    Voz aveludada e um toque cândido para erigir melodias — é desta forma que Julianna Barwick, há muito a desbravar um terreno estético que haveria de tomar como apenas seu, se firmou na pop de contornos mais alternativos nos tempos recentes. O seu inegável talento reservou-lhe um canto especial nos corações dos que, reféns de canções, não se prenderam a refrães, mas as progressões arriscadas em que a melodia é o gancho que justifica a aventura e embevece feições. No TREMOR, não se espera senão a imagem cristalizada de uma voz emocionante a ecoar por uma das paisagens mais incríveis que já tivemos o prazer de observar.

    19 mar.
    19:00
    Auditório Luís de Camões
    Za! + Escola de Música de Rabo de Peixe
    Za! + Escola de Música de Rabo de Peixe @ Auditório Luís de Camões

    Os ZA! são um duo, e são tudo o que pode caber em todas as formações musicais, do jazz, à electrónica, ao rock e com paragens em todos os pontos emissores de frequências, numa mistura a que chamam “post-worldmusic” e onde cabe tudo o que possa ser feito pela espécie humana. Dedicados a essa exploração impossível de conter, a dupla de Barcelona regressa a São Miguel com o joker do TREMOR e com o novo, incrível álbum "Loloismo", desta feita para se apresentar, em nome próprio e para colaborar com a Escola de Música de Rabo de Peixe, com a qual se apresentarão em concerto depois de uma residência artística. A Escola de Música de Rabo de Peixe visa contribuir, através da música, para o desenvolvimento de crianças e jovens oriundos da comunidade da Vila. Projeto pioneiro de formação em jazz, conta com vários naipes de instrumento e coro, tendo já feito várias atuações. A Escola de Música de Rabo de Peixe é residente no Cine Teatro Mira Mar, em Rabo de Peixe.

    19 mar.
    19:15
    Louvre Michaelense
    Landforms
     Landforms  @ Louvre Michaelense

    Outrora Astroboy, Luís Fernandes assumiu o óbvio na sua nova faceta: estamos todos no espaço, independentemente de onde assentarmos a âncora. Com o universo a reenvolvê-lo, depois de tentos a solo, e de colaborações com la la la ressonance, o agora Landforms estreia-se em território açoriano com o registo de estreia “ Decay” , em que os processos da electrónica constroem texturas, mais do que sons, e redefinem geografias. O TREMOR terá de se preparar para os tentos cerebrais: a música de Luís Fernandes é da mente, para a mente, um registo capaz de despoletar a imaginação e de reconstruir os espaço em redor.

    19 mar.
    19:30
    Igreja do Colégio
    Filho da Mãe
    Filho da Mãe @ Igreja do Colégio

    O nome de palco de Rui Carvalho fala por si só: é um grande Filho da Mãe, daqueles cuja expressão provoca inveja e um misto de sentimentos que vão da incompreensão à pura admiração. É assim, no seu metralhar de argumentos melódicos delicadamente encadeados, que cada peça na guitarra de Filho da Mãe nos toma, na soberba da técnica e no fôlego que nos tira a cada nota.

    19 mar.
    19:45
    A Tasca
    Alek et Les Japonaises
    Alek et Les Japonaises @ A Tasca

    Alek et Les Japonaises são um duo electro ovni –japa- belga –pop- batata frita. Desde 2008 ,estes dois electropicalistas conduzem viagens musicais hilariantes e divertidas em japonês, francês, português, e às vezes até em holandês. As melodias pop são um mix de batidas electro, com guitarrabrasileira e umas especiarias de Bollywood. Os figurinos fazem deles umas figurinhas de fazer sonhar os melhores patinadores de gelo do planeta. Com 3 discos em cartilha, Alek et Les Japonaises é aposta certa para toda a família. Preparem-se porque este dupla é festa, cor, palminhas, sing-alongs e coreografias, ou  não estivessem eles habituados a rodar tanto palcos alternativos como salões de cabeleireiro e as maiores salas desportivas.

    19 mar.
    20:00
    Ateneu Comercial de Ponta Delgada
    HHY & The Macumbas
    HHY & The Macumbas @ Ateneu Comercial de Ponta Delgada

    Jonathan Saldanha tem traçado um percurso único na electrónica portuense, destacando-se internacionalmente como produtor e compositor. Facetas que, de resto, junta à batuta de maestro em HHY & The Macumbas, ensemble em que os métodos dub servem de resolução para a tensão criada no confronto perfeitamente harmonizado entre camadas electrónicas, percussões orgânicas e graves protuberantes.

    19 mar.
    20:30
    Solar da Graça
    Black Mountain
    Black Mountain @ Solar da Graça

    Com uma carreira a merecer ovações de sectores distintos, desde os aficionados do riff até aos viciados em canções, os Black Mountain são o nome seminal do rock cósmico e de puxar ao headbang que faltava tocar em Portugal — e a sua estreia não poderia acontecer em melhor contexto, a 19 de Março no TREMOR. Na calha trazem uma discografia apetrechada de discos cujo impacto, apesar de imediato, ainda se replica nas frequências mais psicadélicas da história recente. Enquanto aguardamos e desejamos que os canadianos voltem aos registos, vamos riscar da ‘bucketlist’ um concerto de Black Mountain só com clássicos.
     

    19 mar.
    21:30
    Auditório Luís de Camões
    Bonnie "Prince" Billy and Bitchin Bajas
    Bonnie "Prince" Billy and Bitchin Bajas @ Auditório Luís de Camões

    Mais uma colaboração do por si só frutuoso Will Oldham, desta feita levando a expressão encantadora do seu Bonnie ‘Prince’ Billy às ragas xamãnicas do trio de Chicago Bitchin’ Bajas, droners em paz consigo mesmos e prontos a levar-nos a novos planos espirituais. Nas paisagens que pintam em conjunto, Bitchin’ Bajas & Bonnie ‘Prince’ Billy elevam a voz a luz guia — ouviu-se no primeiro single, ouvir-se-á no disco de estreia, a ser lançado em Março, e sentir-se-á nos relevos de São Miguel.
     

    19 mar.
    22:15
    Solar da Graça
    SUUNS
    SUUNS @ Solar da Graça

    Os SUUNS trazem cor para o som, acrescentando-lhe dimensões visuais que simulam o trance — o despertar da mente para novos sentidos acontece, com a música dos Canadianos, na forma suave como mergulham os instrumentos em efeitos e distorcem o som em modulações ponderadas, crianda uma dimensão só sua no rock e nas suas aventuras cósmicas. Depois da colaboração com Jerusalem in My Heart, SUUNS regressam à estrada em órbita própria, com paragem no sistema dos Açores para o TREMOR.

    19 mar.
    22:30
    Cantinho dos Anjos
    Filho da Mãe + Ricardo Martins
    Filho da Mãe + Ricardo Martins @ Cantinho dos Anjos

    O registo inquietante de Filho Mãe encontra, na colaboração com Ricardo Martins, o mote para um tempestade: dois músicos que incorporam energias sobrenaturais, no encontro explodem em “Tormenta” e uma insanidade ritmica e melódica impar. O que os tempos separaram no punk, juntaram em virtuosismo anos mais tarde, retomando uma colaboração antiga e elevando-a ao refinamento dos anos passados.

    19 mar.
    22:45
    Casa da Rosa
    Tio
    Tio @ Casa da Rosa

    TIO é uma estreia absoluta no Tremor do projeto liderado por Nuno Pereira. Uma banda que é uma comunidade de músicos. Uma banda guiada por uma voz que alterna entre o sussurro e o resvalar das cordas vocais. Uma bandade São Miguel  que atua nas fronteiras do estilo, do género e do provável.  TIO tanto pode soar a Tool, drum n ́ bass grunge, rock cinematográfico, blues experimental, e ainda assim carregar o visual do punk acústico. TIO não tem  trilho e a improvisação é também uma forma de seguir frente. 

    19 mar.
    22:45
    Coliseu Micaelense - Sala 2
    #‎hiphopaçoriano‬: Swift Triigga
    #‎hiphopaçoriano‬: Swift Triigga  @ Coliseu Micaelense - Sala 2

    SWIFT TRIIGA faz das palavras um precipício. De São Roque para o Centro de Ponta Delgada, ele é a nossa ligação a SANDRO G, pai do hiphop açoriano, com quem atua regularmente nos Estados Unidos. MC à flor da pele, beatmaker, língua ar-ti-cu-la-da, SWIFT é viciado em encaixar o flow no beat porque é no hip hop que ele encontra oxigénio para a negritude dos dias mais difíceis. Para ele o hip hop é uma prova de superação, e o meio de motivar, encorajar e largar o que ao passado pertence. Vê-lo é estar frente a uma das mais prolíficas vozes do hiphop açoriano, para quem a travessia de um beat é a estrada para perseguir um sonho.

    19 mar.
    23:00
    Ateneu Comercial de Ponta Delgada
    ZA!
    ZA! @ Ateneu Comercial de Ponta Delgada

    Os ZA! são um duo, e são tudo o que pode caber em todas as formações musicais, do jazz, à electrónica, ao rock e com paragens em todos os pontos emissores de frequências, numa mistura a que chamam “post-worldmusic” e onde cabe tudo o que possa ser feito pela espécie humana. Dedicados a essa exploração impossível de conter, a dupla de Barcelona regressa a São Miguel com o joker do TREMOR e com o novo, incrível álbum "Loloismo", desta feita para se apresentar, de novo, a solo e para colaborar com a Escola de Música de Rabo de Peixe, com a qual se apresentarão em concerto depois de dias de preparação.

    19 mar.
    23:15
    TASCÁ
    DJ Quesadilla
    DJ Quesadilla @ TASCÁ

    Co-conspirador habitual de tudo com selo Lovers & Lollypops, Quesadilla é mais do que um aperitivo para qualquer ementa robusta. É um prato cheio de sabores, ora recolhidos ebriamente nos meandros do psicadélico turco, ora temperados a tropicália brasileira ou com especiarias indianas, ora servidos com peixe seco ritmicamente africanizado. Ninguém sabe definir em coordenadas onde pára DJ Quesadilla — mas isso deve-se ao facto de ele ser imparável.

    19 mar.
    23:15
    Coliseu Micaelense - Sala 2
    #hiphopaçoriano: DML
    #hiphopaçoriano: DML @ Coliseu Micaelense - Sala 2

    DML é o nome de guerra do rapper terceirense Dárcio Fonseca. MC de primeira estirpe, em 2009 meteu no mundo a mixtape "Caminho a Seguir".
    O feedback da sua primeira proposição fê-lo continuar com "D.A.R.C.I.O." e "O Meu Regresso", e uma mixtape em parceria com o rapper Janai. Mete na palavra a sua biografia, mundividência, cabeça e coração. O rap é a força que une as partes com flow e rima e um sentido de intervenção e esperança embrulhados em instrumentais que conjugam diversas sonoridades.

    19 mar.
    23:30
    Arco 8
    Clinic
    Clinic @ Arco 8

    O rock de tendências mais inebriantes sempre viveu do som das guitarras, arrastado, perdido e quase a ser carregado pelos outros instrumentos — coisa que ninguém faz, nos Clinic, arrastar o próximo. A remar no mesmo sentido que a maré de teclados que guia cada canção dos britânicos, as melodias pop revelam-se como a fundação necessária para se alterar percepções sem tirar os pés do chão.

    19 mar.
    23:45
    Coliseu Micaelense - Sala 1
    Capitão Fausto
    Capitão Fausto @ Coliseu Micaelense - Sala 1

    Os Capitão Fausto assumem o mito do demónio em forma de psicadelismo descontrolado, numa expressão portuguesa com o sotaque internacional da guitarra embebida em psicotrópicos e o gingar típico da poluição de britânica no baixo, que dava cadência tanto aos Pink Floyd quanto aos Beatles. É, aliás, nas incontáveis possibilidades destes pilares rock que os lisboetas se desdobram, sempre com os controladores bem orientados para a psique. Preparem as sinapses, graças aos Capitão Fausto ainda vão poder interiorizar novas dimensões da idílica paisagem açoreana

    20 mar.
    00:45
    Coliseu Micaelense - Sala 2
    #hiphopaçoriano: Fred Cabral
    #hiphopaçoriano: Fred Cabral @ Coliseu Micaelense - Sala 2

    Fred Cabral é de Ponta Delgada. Ligou-se ao hip hop pela sua atracção ao Grafitti e ao Rap. Primeiro, foi tagger, mas acabou por ser nas rimas que vem a usar a tinta para escrever sobre a vida. “La Revolucion” e “Somos Um Só” são duas das mixtapes que apresentou ao mundo, de onde se inclui o viral e poderoso hino “Guerreiro Insular”, filmado num desolado Hotel Monte Palace. Atuou nas Festas da Praia da Vitória e no Moche Ponta Delgada Fest, e a internet guarda-lhe um lugar de culto com um “follow” impressionante atraído pelo “porta voz do povo” que diz “o que não convém”.

    20 mar.
    00:45
    Arco 8
    Lost Tapes Dj7
    Lost Tapes Dj7 @ Arco 8

    Dj7 da editora britânica Lost Tapes Records

    20 mar.
    01:15
    Coliseu Micaelense - Sala 1
    PAUS
    PAUS @ Coliseu Micaelense - Sala 1

    A bateria siamesa serviu apenas de mote para o que resumiria os PAUS: ter a urgência de fazer, fazer sem que a urgência os tenha — libertos deste constrangimento, transformam liberdade em música, num terreno entre a electrónica e o rock, onde a dança urge. Para o TREMOR levam o novo álbum, “Mitra”, o terceiro da sua carreira.

    20 mar.
    02:15
    Coliseu Micaelense - Sala 2
    #hiphopaçoriano: DJ RushRap
    #hiphopaçoriano: DJ RushRap  @ Coliseu Micaelense - Sala 2

    Marco Meneses é o homem por detrás do site RUSHRAP, principal meio de divulgação na internet do #hiphopaçoriano e da cultura hip hop em Portugal e no mundo. Verdadeiro criador de comunidade e impulsionador de uma cena regional, hoje ele está atrás dos pratos, depois de acumular centenas de cd’s e 25 anos a ouvir rap.  Como DJ RushRap tocou nos principais palcos e festivais da Ilha Terceira onde apresentou a sua “Biblioteca de Cds Originais do Rush Rap” repleta de preciosidades e clássicos que só um bom conhecedor guarda. Tupac, Biggie Smalls, Dr. Dre e Run DMC são pérolas obrigatórias para tremer o esqueleto.

    20 mar.
    03:15
    Coliseu Micaelense - Sala 1
    Dan Deacon
    Dan Deacon @ Coliseu Micaelense - Sala 1

    O norte-americano Dan Deacon não é estranho na praça — já passou por Portugal, onde sempre deixou os necessário danos nos sentimentos provocados pela riqueza das suas músicas. Saturadas, coloridas de forma garrida e enérgicas, o produtor explora o lado mais festivo das possibilidades electrónicas.

    20 mar.
    04:30
    Coliseu Micaelense - Sala 1
    SONJA
    SONJA @ Coliseu Micaelense - Sala 1

    Sonja (Sónia Camara), nos últimos 5 anos, tem gerido e adicionado solidez como activista e Dj na cidade que adoptou como sua: - Lisboa. Artista plural, além da sua editora, LABAREDA, pertence, juntamente com Just Jaeckin, Citizen Kane e CVLT(Discos Capablanca), à FUNGO, uma plataforma de intervenção cultural e musical que tem os seus alicerces no lado mais experimental e underground de Lisboa. Ela não é nem será alguma vez o standart de DJ que encontramos facilmente. Sonja é espontânea e íntimafazendo com que a musica também o seja, entrando facilmente em nós e conquistando pela surpresa. De momento, faz parte do painel de hosts da Rádio Quântica. SONJA marca a primeira colaboração curatorial entre oTREMOR e o muito celebrado festival de São Miguel (e do mundo) Walk&Talk

    20 mar.
    04:45
    Coliseu Micaelense - Sala 2
    Doni
    Doni @ Coliseu Micaelense - Sala 2

    Doni vive em vários bairros e em cada um tem um nome diferente. Em São Sebastião e arredores, ele é DONI. Em Arroios, ele é MITRIATES. No Terreiro do Paço ou no Coliseu do Porto, ele é metade BANDIDO$ metade “marca pistola”, dizemos nós. Chamemos-lhe de Doni para ser mais fácil. Doni é um ex-jogador de futebol que nunca chegou a ter sucesso e que, portanto, jogou toda a sua carreira em campos pelados. Desanimado, virou-se para a música. Mas como não tinha jeito para tocar instrumentos, não teve outro remédio senão ser DJ. Reencontrou o tesão dentro do clube, onde prefere mais dança e menos conversa. É amigo de todos, mas o prato do dia costuma ser House, Techno e variantes. De vez em quando, quando o rei faz anos, adora passar EBM alemão e português. Não tem preconceitos ao MP3, mas colecciona vinil. Aos 37 anos, a precisar de um desafio na sua vida, decidiu começar a aprender a tocar bateria.

    01. Espaço C.R.I.A.S
    Bilhetes & Pulseiras/Tickets & Wristbands

    02. Tremor na Estufa
    Paragem Autocarro/Bus Stop

    03. Biblioteca ESAQ

    04. 3/4 Hostel

    05. Rua da Água 50

    06. Galeria Fonseca Macedo

    07.  Auditório Luís de Camões

    08. Igreja do Colégio

    09. Louvre Michaelense

    10. Lisboa Menina & Moça

    11. A Tasca

    12. Londrina

    13. Cantinho dos Anjos

    14. Casa da Rosa

    15. Solar da Graça

    16. Ateneu Comercial

    17. Coliseu Micaelense

    18. Tascá

    19. Arco 8 Azores

    20. 9500 Cineclube - Ecrã Tremor

    21. Miolo - Galeria & Livraria

    22. Walk & Talk mural: Sonja

    Menu Tremor

    13. Cantinho dos Anjos

    14. Restaurante Casa da Rosa

    23. Restaurante Nacional 

    24. Restaurante Aliança

    25. Restaurante O Barcarola

    26. Restaurante O Corisco

    27. Restaurante Forneria São Dinis

    A VISITAR

    •  Ruinas do Hotel Monte Palace + Vista do Rei - Sete Cidades.
    • Termas da Ferraria - Ginetes (água quente)
    • Mosteiros
    • Zona da Caloura – Castelo Centro Cultural da Caloura (cccaloura.com)
    • Vila Franca do Campo (Ilhéu da Vila, Ermida N.Sra da Paz, queijadas da vila)
    • Furnas (Parque Terra Nostra, Pastelaria Nélia Furtado -bolos levedos frescos, Poça da Dona Beija)
    • Museu Carlos Machado - Nucleo de Arte Sacra / Igreja do Colégio (Ponta Delgada), Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas, Galeria Fonseca Macedo, Centro Cultura de Ponta Delgada
    • Fábrica Chá Gorreana 
    • Lagoas das Sete Cidades, Lagoa das Furnas, Lagoa do Congro, Lagoa do Fogo, Praia e Cascata do Porto Formoso, Faial da Terra, Nordeste, etc.
    • Caminhadas, mais informação

     

    ONDE COMER

    • A Tasca
      Pratos/petiscos típicos açorianos: inhame, batata doce, polvo, mão de vaca, chicharros, bife de atum, dobrada de feijão entre muitos outros.
      Aconselhamos reserva: 296288880
    • Rotas
      Comida Vegetariana
      Rua do Pedro Homem, 49
      296628560
    • Café Caziff
      Hamburgueres com Bolo Lêvedo e opções vegetarianas
      Rua Guilherme Poças Falcão, 10
      296282183
    • Restaurante Alcides
      Especialidade “Bife à Regional”
      Rua Hintze Ribeiro, 61/77
      296629884
    • Restaurante Bar Cais 20
      Especialidades de Marisco. O Gelado de Canela é uma pérola!
      2ª Rua do Terreiro, 9/11, São Roque
      296384811
    • O Corisco Restaurante
      Morcela com Ananás, peixe diverso e típico dos mares dos Açores (Albacora, Chicharros, entre outros) Inhame, Carnes Diversas
      Rua Manuel da Ponte, 28
      296284444
    • Mané Cigano
      Chicharros,peixe frito,comida típica, popular e deliciosa.
      Rua Eng. José Cordeiro, 1
      296285765
    • Anfiteatro
      Gourmet. Cozinha Regional Experimental. da Escola de Rest. e Hotelaria.
      Portas do Mar- Ponta Delgada
      296206150
    • Nas Furnas o TONY’S para o mítico cozidos das Furnas.
    • Em Santana, Ribeira Grande vá ao Restaurante Asssociação Agrícola, e descubra o paraíso da carne de bovina.

    ONDE FICAR

    Patrocinadores
    Principais:

    sata.png

    governo.png

    camara.png

    Patrocinadores:

    01.png

    02.png

    03.png

    04.png

     

    05.png

    06.png

    apoio à programação
    & co-produção:

    07.png

    08.png

    09.png

    10.png

     

    11.png

    12.png

    13.png

     

    14.png

    15.png

    16.png

    parceiros
    criativos:

    01.png

    02.png

    03.png

    04.png

    05.png

    06.png

    07.png

    09.png

    08.png

    10.png

    11.png

    12.png

    13.png

    14.png

    15.png

    16.png

    17.png

    18.png

    19.png

    20.png

    parceiros
    mediáticos:

    01.png

    02.png

    03.png

    04.png

    05.png

    organização:

    06.png

    07.png

    08.png

    apoios:

    01.png

    02.png

    03.png

    04.png

    05.png

    06.png

    07.png

    08.png

    09.png

    10.png

    11.png

    12.png

    13.png

    14.png

    15.png

    16.png

    17.png